OssoZ WebComic


    Virada Cultural    

Quando alguém encontrar a parte “Cultural” por favor, me avise! Eu só vi a prte da “Virada”.

Foi a primeira vez que participei dessa muvuca. A lição que eu aprendi foi: VOLTE PARA CASA AS 18 HORAS! Não fique até de noite!

“Por que?” vocês perguntam…

Porque quando as trevas chegam, os malucos aparecem. Demora um pouco até que eles tenham força para causar um estrago, mas aparecem.

Nessa virada, tudo o que eu queria era queria ver os filmes trash de canibais/ zumbis que passaram na Galeria Olido. Esse foi o meu roteiro:

20 horas: Primeiro filme. O melhor-pior filme que já vi! Rendeu boas risadas. Tudo muito organizado – com direito a retiradas de ingresso – e sala quase vazia.

22 horas: Segundo filme. Filmão TRASH (assim mesmo, em Caps Lock). Novamente, boas risadas. Agora a organização já estava indo para o c#%arlho. Não tinha mais distribuição de ingresso, mas as pessoas ainda estavam normais e a fila estava tranquila.

MEIA NOITE: É essa a hora do desespero. Nem o filme salvou – porque foi uma bosta. Sala lotadaça e começou aparecer malucos e free-talkers na fila. Hora de partir para os Misfits!

Nesse meio tempo de sair do cinema e ir para o palco do show, vi de tudo: desde maluco bebendo esse vinho químico de f%#ido até gente compartilhando garrafas PET cheias de…. fumaça? (Se alguém sabe o que é isso, me ilumine. Acho que sou muito inocente)

Sem contar os malucos fantasiados, a quantidade de lixo e vômito no chão… Mas, estamos no Brasil e o povo mal educado é assim mesmo.

Chegando no palquinho infernal vi uma cena única!!! Tinha 12,4 pessoas por centímetro quadrado! Assisti 15 segundos de show e estava cogitando a possibilidade de dar muita merda… foi quando encontrei 3 tipos de pessoas que reforçaram a minha decisão de ir embora:

O gordo gigante sem camisa:

gordo

Essa criatura pré histórica decidiu compartinhar o visual gordo, peludo e cheio de verrugas com todo mundo!!

O cara nojento:

eeew

Sabe aquele cabelo ensebado nojento que encosta em todo mundo? Pois é… Essa cara tinha.

O drogado:

pot

Sr. Drogado, não tenho nada contra você querer ser um babaca, mas tenho algo (muito) contra você pirar com seu bagulho e ferrar com outras pessoas.

Felizmente, a parte ruim durou só umas 3 horas, no máximo. O resto do dia foi muito legal. Com certeza vou voltar na próxima virada, mas estarei de volta as 18:30! :)

Nenhum comentário para “Virada Cultural”

Deixe seu comentário:




Seu e-mail não será publicado